quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Retirante - Aisha

Em busca de paz segue o retirante

com os sentidos ausentes,

é apenas uma sombra vagando sem direção,

mas, como conhecendo seu destino,

caminha sabendo não poder parar.

Segue na rota que comanda o coração

e o tempo marcado em despedidas

é revelado na face seca das lágrimas

que não pode mais chorar.

Retira-se o retirante buscando a paz,

em seus sonhos, sorri, é rei e senhor,

volta os olhos para si e encontra-se só,

por companhia, a solidão sem corpo.

Fala da saudade que traz a ausência da mulher,

do gosto do beijo despertando o homem

no corpo do menino que ficou para traz,

enquanto a estrada em sua amargura

dilacera os pés que caminham por entre o pó.

É de dor a busca do retirante que só quer paz,

não há sorrisos na estrada, não há vida,

apenas pó tirando-lhe a visão,

mesmo assim, segue seus sonhos o retirante,

pois de sonho é feito o homem da estrada.

E em seus sonhos, sorri, é rei e senhor

e encontra sua bela, sua amada que espera,

é rainha e senhora da vida sonhada

pelo retirante que busca a paz e mais nada...

*Aisha*

Um novo ser - Aisha

video

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Eu em mim - Aisha

Quero as palavras de outro dia

cantadas nos risos que não esqueci,

molhar-me nas águas da chuva

sem a culpa do pecado que não cometi,

e olhar no horizonte de mim,

e descobrir-me sem fronteiras,

e abraçar o destino

que eu mesma construí.

E com o corpo vibrando, início e fim,

soltar a voz no grito que concebe a vida

em sintonia com a melodia que não escrevi,

descobrir-me nos tons, agudos e graves,

que perfazem os espaços de mim

na composição de um eu que não conheci

mas que traz as respostas

aos porquês que nunca respondi.

E então o silencio, e mais nada...

Sou a história inacabada

que os olhos cansados não leram,

e absolvida pelo tempo passado

volto ao canto da vida

que em sintonia com a chuva

lava, purifica e batiza

o destino que hoje escolhi.

*Aisha*


quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Ave cheia de graça - Aisha

Ave cheia de graça,
de esplendor, beleza e raça,
és coroada pelos filhos teus,
sobre o mundo onde reinas
pisando a terra que germina sementes,
sentes no ventre o fruto que traz à vida,
és plena, soberana,
és mãe, gigante criança,
és modelo a nós deixado por herança.


Ave cheia de graça,
de fé, firmeza e amor,
no colo onde em amor me gerou
recaio agradecendo o acalanto,
as mãos por sobre minha cabeça
trazendo o carinho com o qual te revestes
de púrpuras luzes que dos céus em alegria descem.


Ave cheia de graça,
és mãe poderosa de todo fruto da terra,
és horizonte que chega iluminando o dia,
nas sombras que recobrem a vida,
vem feito fera no campo
salvar tuas crias no senso materno,
que sabemos, teu corpo o sentido abriga.


Ave cheia de graça,
tens nome de mãe nos lábios que proclamam vitória,
sábia mestra, vem cantando teus hinos,
tocando as almas em majestosas notas
onde nos agracias com a dádiva
de dar-nos bênçãos através da riqueza da vida.


Ave cheia de graça,
que os céus cantem tua vitória,
que os anjos ecoem teu canto,
no encanto que bem aventura a vida
nos momentos em que a fé me parecer perdida.


Ave cheia de graça,
na força do ventre que gerou a própria vida,
abraça teu filho,
pequeno grão abatido,
das forças do mal
que o amor quer corromper,
livra-nos das sementes podres do egoísmo,
faça-nos como tu, ó mãe agraciada,
filhos confiantes reafirmando a vida
no sim que confirma o amor.

Amém!

sábado, 2 de janeiro de 2010

O sonho da criação - Aisha

Um sonho... E a vida acontece!

Deve ter sido assim a construção de tudo isso aqui. Deus deve ter sonhado e assim o mundo aconteceu. Só não sei ainda se Ele sonhou colorido ou preto e branco... Bem, o fato é que não se tem relato de que Deus tenha mesmo sonhado, nenhum profeta ou ancião, daqueles que costumavam conversar com Deus, jamais desceu de algum dos montes onde se encontravam comentando com o povo o sonho que Deus teve naquele exato dia, ou seria noite? Essa é outra questão a se pensar, pois antes do mundo ser criado não havia ainda o dia e a noite, mas é fato, Deus é mesmo perfeito porque pra se construir um mundo inteiro com tudo o que temos aqui só através de um simples sonho, bem, isso não é pra qualquer um não...

Mas voltemos ao principio, não ao da criação, mas aqui, dos meus pensamentos mesmo. Deus sonhou e a vida aconteceu, o mundo foi criado em todas as suas cores e formas e espécies que nele habita... Ontem me peguei pensando se Deus havia mesmo criado as baratas ou se não seria esse um descuido ou um desvio do seu sonho de criação. Odeio baratas! Um bichinho sem utilidade alguma, pelo menos pra mim, sem graça, nojento. Seria muito bom se Deus não houvesse sonhado com as baratas, pelo menos nesse momento onde criava tudo por aqui...

E continuei minha trajetória pela criação do Todo Poderoso. Olhei o mundo mais atentamente, mais de perto, e vi nele muita coisa ainda a ser sonhada e pensei que talvez Deus não quisesse sonhar tudo sozinho e deixou um pouco pra gente sonhar também. Percebi as falhas na grande pintura como as dores que acometem os homens. Não falo só das dores físicas não, mas de todo tipo de dor, como por exemplo, a dor da exclusão, discriminação, orgulho, ódio e muitas outras. Em todas essas só vejo um remédio, o amor. Sim, o amor pode curar todas elas. Não quero melar aqui meu pobre e humilde escrito com essa conversa mole de amor, mas, se for esse o caminho pra sanar todas as dores do mundo, então porque não melar nem que seja um pouquinho e eliminarmos de uma vez por todas as dores que tanto afligem as pessoas? Já imaginou, o mundo sem dores e as pessoas podendo caminhar livres, garanto que iriam sorrir mais e olhar menos pro chão. Você já percebeu como as pessoas caminham nos grandes centros? Todas correm muito e só olham pro chão, acho que é até por isso que vivem com problemas na coluna e, se não tomarmos cuidado, logo voltaremos a andar de quatro...

É... Acho mesmo que Deus deve ter guardado alguns pedaços dos sonhos pra gente sonhar. Vai ver Ele não quis e nem quer se responsabilizar por tudo sozinho. Mas sei que deixou pra gente só uma pequenina parte desse sonho da criação, assim não sairíamos por ai dizendo que não conseguimos ou não podemos, sim, porque vamos e venhamos, nós, seres humanos, sempre e por tudo dizemos isso, nada conseguimos ou nada sabemos quando se trata mesmo de colocar a mão na massa, quanto mais no bolso, sim, porque tem também a questão social, essa então, com certeza Deus não sonhou não, deixou pra gente mesmo. Basta olharmos os morros lotados de umas coisinhas as quais ainda temos a coragem de chamar de casas, e pior, com gente morando nelas. Como será que conseguem morar todos em um lugar tão pequenininho e sem conforto algum?
Tudo bem, se não quer, desçamos do morro e vamos mesmo pras ruas. Epa! Olha só, nas ruas também tem gente dormindo. Um povo sujo, feio, fedido, até parece... Hum, parece gente... Sim, é gente sim! Gente como a gente, mas que não tiveram talvez as oportunidades que nós tivemos.
Com certeza essa parte do sonho Deus também deixou pra gente sonhar, mas não só sonhar, realizar também, trabalhar na construção, na edificação do outro e até aqui não tem como dizer que não sabemos ou não podemos nada. Muitas vezes basta um olhar, uma palavra, um gesto e pronto, a vida passa a caminhar onde havia antes estagnado.

O índice de suicídio é enorme. Tem pessoas atirando-se das janelas dos prédios assim, como quem pensa que vai sair voando... Mas na verdade sabem e querem colocar fim à própria vida. Depois sempre chega algum conhecido e diz que "fulano coitadinho se matou porque estava sofrendo de forte depressão". Bem, eu andei pensando também sobre isso e acho que um santo remédio é justamente sonhar a parte da criação que Deus deixou pra gente sonhar. Conforme ajudamos, estendemos nossas mãos em direção às necessidades de outras pessoas, participando da edificação da mesma, mais crescemos e nossa vida, que antes parecia tão vazia acaba ganhando muito mais do que doamos de nós mesmos e acabamos saindo no lucro. E numa vida colorida de amor e doação não tem lugar pra depressão. Esse é o remédio mais eficaz que conheço...

Há muitas pessoas nesse mundo precisando dos sonhos da criação. Velhos, crianças, homens, mulheres... Sei que pra se conseguir terminar essa criação, pelo menos essa pequena parte que Deus deixou pra gente, haja sonhos, precisamos de muitos, mas muitos sonhos, muita gente sonhando junto, sonhando que estamos de fato arregaçando as mangas e fazendo algo de útil, de concreto e não apenas falando e cantando o amor, me desculpe de novo, mas não pude evitar, a frase aqui requer um pouco do meladinho do amor...
Pronto, então vamos lá, mãos à obra, sonhemos todos com um mundo mais colorido, onde os homens, todos, carreguem nas faces os sorrisos sinceros dos que trazem em si a dignidade de seres humanos, um mundo onde a paz seja real e as guerras apenas um passado e o amor, não mais algo isolado nos cantos e poesias ou nas almas apaixonadas...
Então até daqui a pouco, onde nos encontraremos no mesmo sonho que Deus reservou pra nós.

Caminheiro - Aisha